Um brinde ao ano novo


Provavelmente essa tradução começou com Júlio César, quando o rei acrescentou dois meses no calendário pagão, para reverenciar seus deuses.


Os antigos romanos já celebravam o equinócio da primavera no hemisfério norte, mas só com a mudança no calendário essa tradição se espalhou por toda a Europa, logo foi trazido para as demais regiões do mundo com os colonos. Em torno de 1800 começou a tradição esperar a meia noite e cumprimentar os vizinhos que variam na sua porta com uma bebida.


O champanhe era apenas uma das bebidas oferecidas. Logo avenida caiu nas graças da nobreza e depois de um século de aperfeiçoamento ele enfim se tornou moda e virou sinônimo de festa e celebração.




Mas com tantas opções no mercado como escolher o que fará parte da sua festa?


O espumante é um vinho branco ou rosé com gás carbônico. Nota importante, todo champanhe é um espumante, mas não é todo espumante que é um champanhe, vamos explicar


Meio seco: são geralmente produzidos com Pinot Noite e Chardonnay. Tem um sabor natural da fruta, levemente ácido e doce.


Extra brut: são considerados os espumantes mais secos e com mais acidez, são ótimos para acompanhar comidas gordurosas e alguns drinks mais amargos.


Brut: é um dos espumantes mais comuns, são secos e levemente ácidos. Esse é o espumante para todos os tipos de coquetéis.


Sec ou seco: tem doçura moderada e acidez suave. É a melhor opção para quem nunca experimentou espumantes. Esse perfil é um pouco difícil de encontrar mas com certeza é o mais assertivo para agradar os convidados e fácil de harmonizar.


Demi-sec: ele é o perfil dos indecisos, não muito doce e não muito seco. Assim como o Moscatel é o perfil mais consumido no país. Vai muito bem com frutos do mar.


Doce ou Moscatel: é o mais doce dos espumantes, ideias para quem quer acompanhar com frutas, fondues e chocolate.


Também existe outros tipos de vinhos fermentados no mercado.

O frisante: também é um vinho branco ou rosé, porém com a gaseificação bem sutil. Quase não se sente, mas já é o suficiente para deixar ele com um toque mais ácido.


O champanhe: é um espumante produzido no norte da França, na região de champagne, apenas das uvas chardonnay, pinot noir e pinot meunier.


O Lambrusco: é um vinho produzido da uva Lambrusco. Ele é mais doce e surgiu primeiro na região da Emilia Romagna, na Itália.


O prosecco: é feito a partir de uvas nativas italianas. Ele é diferente dos espumantes e cavas, aonde a segunda fermentação acontece na garrafa, o prosecco é fermentado em grandes barris de inox.


A sidra: é um fermentado também porém a partir da maçã ou da pera.


Como não podemos deixar essa data sem uns bons drinks separei algumas receitas para comemorar. Começando por super clássico que não é muito visto por aí:



Champagne coquetel

Esse é o coquetel para quem gosta de doce.


Ingredientes:

  • 1 cubo de açúcar. (Ou colher generosa de chá)

  • 6 gotas de Angustura bitter

  • Complete com espumante

Como preparar:

Coloque o açúcar no fundo da taça tulipa (essas de champagne) e coloque as gotas de bitter em cima do açúcar, complete com espumante. Coloquei uma cereja ou uma gatinha de laranja em um palitinho para decorar.





French 75

Coquetel cítrico, cheio de charme.


Ingredientes:

  • 20ml de suco de limão

  • 10ml de açúcar

  • 40ml de gin

  • Espumante para completar


Como preparar:

Coloque todos os ingredientes, menos o espumante, em uma coqueteleira com gelo chacoalhe ate sentir o gelado nas mãos. Passe o coquetel para o copo de champagnne, peneirei-o para que não caia gelo na taça. Complete com espumante. Você pode decorar com cascas de limão. Pode usar limão Taiti mas fica mais saboroso com o siciliano.


Sbagliato

Essa variação do negroni é para quem gosta de coquetel amargo.


Ingredientes:

  • 30 ml de Campari

  • 30 ml de vermute Rosso

  • 40 ml de espumante


Como preparar:

Coloque o Campari e o vermute em um copo grande com gelo ou se você tiver em casa pode usar um mixingless, mexa com uma colher ou bailarina até sentir gelado. Coloque o espumante junte com os outros ingredientes e passe eles para um copo alto com gelo. Você não precisa mexer os ingredientes com o espumante por que quando passar de um copo para o outro ele se misturam sozinhos e mantem as borbulhas. Decore com fatia de laranja.



Dicas rápidas:


  • Você pode servir espumante rosé com gelo e 1 fatia de fruta cítrica, como a laranja.

  • Congelar frutas pequenas como uva, framboesa, mirtilos e morangos podem servir de gelo para sua taça de espumante e dão um charme a parte.


Agora você já sabe escolher o espumante que mais te agrada e tem um arsenal de coquetéis para cada gosto. Só se jogar nas festas de ano novo em grande estilo. Mas não esqueça de beber com moderação, afinal de contas dia primeiro sempre mais comilança.

25 visualizações
  • Branca ícone do YouTube
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram

São Paulo, SP  - Brasil